quarta-feira, 3 de julho de 2013

Balanço das criações 2013

Mais uma época de trabalho e muita dedicação....
Vamos ver se todo o nosso esforço e empenho aos nossos passarinhos valeu a pena :)
No meu ver as criações não se resumem à quantidade mas sim à qualidade. Fico muito contente quando aqueles casais que nós temos mais esperança tirem alguns passarinhos (2 ou 3 já não é mau).
Este ano muitos criadores com quem eu falei tiveram problemas nas criações e baseavam-se todos na mesma coisa... Se já repararam todos os anos à coisas diferentes que afetam não só 1 criador mas sim a maioria. A causa está nas alterações climatéricas. Este ano foi pautado por muita chuva e humidade.
Eu este ano comecei a criar só em Março e não me dei nada mal. Todos os anos tento adaptar-me ao tempo, mas ás vezes não acertamos. Há criadores que só inventam doenças em vez de mandar analisar as aves. Na minha opinião os problemas mais comuns em alguns criadores foram o frio e a  humidade!
Foi um ano muito bom para o nascimento das crias, mas em contrapartida muito mau para as manter vivas...as crias morriam a partir do 3º ao 6º dia. Porquê?
Devido ao frio!!! Se por um lado tentavam proteger as crias ficando no ninho para a s aquecer...por outro lado não saiam com frequência para as alimentar, deixando as crias anémicas; com a pele com rugas  e magras...o que significa falta de alimento e líquidos. A mim também me aconteceu mas em poucos casais, devido à minha maneira de criar com poucos machos, ou seja:
Os machos galam as fêmeas e elas ficam sozinhas a chocar os ovos, o que as obriga a sair mais vezes do ninho para irem comer e assim alimentavam as crias.
Para ajudar as crias a sobreviver podiam ajudar, alimentando-as com a seringa 2x ao dia ou dividir a sua alimentação em duas partes, por exemplo: de manhã papa e à tarde aveia para estimular o apetite.

Desculpem só agora ter escrito isto para vos ajudar nas criações, mas só podemos fazer um prognóstico no final! Todos os anos estamos a incrementar o nosso conhecimento, o que nos enriquece enquanto criadores.
Um abraço e bons resultados para as exposições!